Conheça a Análise de Sintomas, recurso disponibilizado gratuitamente em nossa plataforma e que demonstra como a telemedicina contribui para identificar suspeitas do COVID-19

 

O Médico24hs, em parceria com o Dr. Sintomas, passou a disponibilizar gratuitamente na plataforma um novo recurso, de caráter emergencial e de utilidade pública: a Análise de Sintomas para o Coronavírus, que funciona com base em um inovador algorítimo de inteligência virtual, criado a partir do cruzamento de dados médicos das mais diversas especialidades para investigar, a distância, a possibilidade do paciente estar infectado com o COVID-19.

De acordo com Dr. Carlos Camargo, médico cardiologista e CEO da Brasil Telemedicina – empresa responsável pelo Médico24hs, este recurso foi desenvolvido com base no aumento da demanda por diagnósticos do Coronavírus no país, sendo uma possibilidade de demonstrar a eficiência do suporte que a telemedicina oferece para o controle de casos de epidemias ou pandemias.

“Conforme já levantamos anteriormente (neste artigo), a telemedicina está, neste momento, sendo ainda mais utilizada em todo o mundo, como uma solução para cuidar de pessoas remotamente e, até mesmo, salvar vidas e auxiliar para que o ciclo de transmissão do COVID-19 seja interrompido. A nossa preocupação, como agentes de saúde, é criar tecnologias que ofereçam um ágil acolhimento para o paciente, com uma equipe de médicos especialistas capacitada para oferecer uma orientação de qualidade e segurança, seja onde ele estiver, em sua casa ou durante uma viagem”, levanta Dr. Carlos Camargo.

Segundo o médico, o sistema oferece uma anamnese eletrônica completa, que, ao final das respostas, sugere se há suspeitas de que o usuário esteja infectado pelo Coronavírus. Assim, o paciente fica em alerta e pode imediatamente buscar orientação médica, em nossa ferramenta, que dispõe de profissionais em um esquema de plantão online 24 horas. Já que, mundialmente, dependendo da faixa etária e do estado de saúde do paciente, a indicação é de que as pessoas infectadas pelo vírus fiquem em casa, em quarentena e evitem contato com outras pessoas – devido ao alto risco de contágio, o Médico24hs é a solução para um apoio profissional remoto e para reduzir a quantidade de internações desnecessárias ou superlotação de hospitais e postos de saúde.

“Dentre as vantagens de se obter uma orientação médica online, destaco a agilidade que o paciente tem em acessar um profissional, sem que seja necessário um deslocamento até um centro de saúde, de modo que se compreende se os sintomas se tratam apenas de uma gripe comum ou se é preciso ficar alerta para a suspeita de COVID-19. Além disso, em todo o mundo, a telemedicina tem demonstrado ser uma forma de reduzir as chances de disseminar esse vírus em hospitais, postos de saúde ou clínicas, sem deixar de prestar um primeiro atendimento para as pessoas que necessitam de um acolhimento rápido”, levanta Dr. Carlos Camargo.

Como funciona a Análise de Sintomas?

Ao acessar o site https://medico24hs.com.br/, será necessário apenas clicar na Análise de Sintomas do Coronavírus, responder algumas perguntas que programamos em nosso sistema, para obter uma pré-avaliação. Esta etapa é gratuita.

A seguir, caso o paciente queira conversar com um médico, basta fazer o seu cadastro na plataforma, realizar o pagamento e agendar uma orientação com um de nossos especialistas, que estão de plantão 24 horas para realizar esse atendimento. Seja por videoconferência ou chat, o profissional instrui esse paciente com agilidade e, caso seja necessário, o encaminha para um hospital, já preparado para o atendimento que vai receber presencialmente.

Saiba mais sobre o Coronavírus

O Coronavírus – ou COVID-19, é uma família de vírus que causam infecções respiratórias e cujo novo agente foi descoberto no fim de 2019, após casos na China.

De acordo dados levantados por um estudo do China Center for Disease Control, realizado com 44.672 pessoas infectadas e atualizado em 11/03/2019, apenas 13,8% apresentaram sintomas severos e precisaram de hospitalização, enquanto somente 4,7% foram casos considerados realmente críticos e 80,9% – grande maioria, apresentou sintomas suaves, como gripe, que puderam ser tratados em casa.

A faixa etária de maior risco de vir a óbito é a de pessoas acima de 80 anos, sendo estes 14,8% de acordo com o estudo. Já 8% tinham entre 70 a 79 anos e 3,6% de 60 a 69 anos, sendo, então, uma doença mais perigosa e contagiosa para idosos a partir dos 60 anos ou em pessoas de outras faixas etárias que estejam com a imunidade baixa.

Conheça os sintomas do COVID-19

O Coronavírus pode ser confundido com uma gripe comum, por isso, o seu diagnóstico é tão importante, já que o contágio é bastante rápido. Conforme informações do Ministério da Saúde, confira quando é necessário ficar em alerta para a possibilidade de estar infectado pelo vírus.

  • Tosse
  • Dificuldade respiratória
  • Falta de ar
  • Febre

Veja como se prevenir

Além de seguir esse passo a passo, em caso de alerta, procure sempre uma opinião médica.

  • Evite contato muito próximo com pessoas que apresentam infecções respiratória;
  • Lave bem as mãos e com frequência;
  • Evite tocar os olhos, nariz e boca sem antes higienizar as mãos;
  • Evite compartilhar objetos de uso pessoal;
  • Evite locais com grande concentração de pessoas.

Nós, da equipe do Médico24hs, estamos à disposição para ser o seu apoio em caso de necessidade ou para o esclarecimento de dúvidas.

Sobre o Médico24hs

O Médico24hs é uma plataforma de teleassistência que disponibiliza orientações médicas a distância, por plantão ou agendamento, assim como a Análise de Sintomas, que, a partir de 16 de março, passou a ter duas versões: uma geral, sobre as mais variadas doenças, e uma exclusiva para o Coronavírus.  Esta é uma solução produzida pela Brasil Telemedicina, empresa especializada no desenvolvimento de plataformas de telessaúde que, este ano, atingiu o marco de 7 milhões de interações online.

Acesse e entenda como a conectividade contribui para salvar vidas: https://medico24hs.com.br/

Brasil Telemedicina

Autor Brasil Telemedicina

Mais artigos por Brasil Telemedicina

Deixe uma resposta












 
close-link