Saiba como sua saúde mental pode também afetar a sua saúde física e quando é o momento de procurar ajuda médica.

  1. O que é o estresse?
  2. Principais doenças causadas pelo estresse
  3. Os sinais mais comuns de estresse
  4. Como superar o estresse

Não se trata apenas de efeitos no cérebro, mas sim em todo o corpo, com consequências na vida pessoal e profissional. O estresse traz sintomas mentais e físicos que causam um grande desequilíbrio no bem-estar do indivíduo. Especialmente por conta da pandemia do Coronavírus, vivemos tempos marcados pelo pico de estresse em todo o mundo. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), cerca de 90% da população mundial sofre com estresse. E no Brasil, o cenário é de alerta: segundo levantamento da ISMA (Associação Internacional do Controle do Estresse), atualmente somos o segundo país mais estressado.

Um estudo realizado pela Oracle e Workplace Intelligence revelou ainda que 70% dos trabalhadores brasileiros tiveram mais estresse no trabalho em 2020 comparado a qualquer ano anterior. A Covid-19 impactou a saúde mental do trabalhador, colocando os brasileiros como os que mais perdem o sono devido às questões profissionais (53%) em comparação com 40% da média mundial. Dentre as principais queixas, estão a pressão para atender aos padrões de desempenho (44%), lidar com tarefas rotineiras e tediosas (46%) e com cargas de trabalho imprevisíveis (39%).

Devido aos números preocupantes e seus efeitos negativos relevantes no organismo, nossa equipe médica traz o alerta para que você não deixe sua saúde para depois e para que busque ajuda com urgência, a fim de reverter esse quadro com apoio médico personalizado. Confira no texto abaixo mais sobre o estresse e conte com a gente, a qualquer momento, para realizar a sua teleconsulta.

Confira 8 exemplos de quando procurar apoio do plantão médico online

Médicos plantonistas na palma da sua mão

Quero consultar agora

Médicos plantonistas na palma da sua mão

O que é estresse?

O estresse (stress, em inglês) se trata de uma reação natural do organismo, que surge quando a pessoa vivencia uma situação de aparente ameaça. Essa sensação ativa um mecanismo de defesa do corpo, que nos coloca em estado de alerta e provoca variadas alterações físicas e emocionais. O estresse interfere sempre de forma negativa a vida da pessoa, que passa a sentir incômodos como medo, irritação, preocupação, nervoso, frustração, indignação, somados a desconfortos físicos que podem originar diversos tipos de doenças.

O estresse é responsável por provocar alterações no sistema hormonal, que passa a produzir em excesso hormônios como adrenalina e cortisol, conhecidos por estimular o corpo e deixá-lo preparado para enfrentar situações interpretadas como de perigo. Entre alguns sintomas, este cenário gera sequelas no sistema imunológico, aumenta a tensão muscular, deixa a respiração ofegante, pode causar a contração das artérias, a elevação da atividade cerebral e cardíaca, além da sensação de pés e mãos frios e suados.

As principais doenças causadas pelo estresse

Como vimos acima, os efeitos negativos – sejam físicos ou mentais – são diversos, e podem resultar no desenvolvimento ou agravamento de inúmeras doenças. Levantamos as doenças mais comuns causadas pelo estresse para te ajudar a identificar se você pode fazer parte de um desses quadros e ressaltar a importância de se buscar apoio médico ao primeiro sinal de desconfortos ou dúvidas sobre sua saúde.

1. Insônia

O estresse, por originar alterações hormonais, costuma comumente impactar na qualidade do sono, gerando noites mais agitadas, em que se é difícil pegar no sono. Isso faz com que o cansaço diário tenha um peso maior para a pessoa acometida, sendo um gatilho para noites mal dormidas e irritabilidade ao longo do dia.

Tendo a qualidade do descanso afetada, nosso sistema imunológico também paga um alto preço e o paciente passa a estar também propenso a pegar mais gripes e resfriados, devido à baixa defesa do organismo. Dormir é muito importante para a saúde do organismo, por isso, se o seu sono estiver irregular, procure orientação médica imediata.

2. Depressão

Ao entrarmos em um pico de estresse, novamente por conta da alteração dos nossos níveis hormonais, o corpo vai produzir um reflexo natural para autodefesa, de modo que fiquemos em alerta para buscar reagir. O cortisol é um dos principais hormônios controladores do estresse, e quando sua produção é aumentada, gera a diminuição de outras duas substâncias, a serotonina e a dopamina, associadas à origem da depressão.

A depressão também é uma das fontes de outras doenças de origem mental, como o distúrbio de ansiedade, a crise de pânico, a estafa mental, entre outras. Portanto, ao sentir um excesso de sentimentos negativos, preocupação excessiva, desânimo, distúrbios do sono, irritabilidade ou esgotamento, é fundamental buscar ajuda de um médico para atuar na reversão do quadro e buscar a retomada da sua qualidade de vida.

3. Transtornos alimentares

O estresse cria um cenário que torna a pessoa estressada mais propensa a desenvolver compulsão alimentar – por conta de ansiedade, bulimia ou anorexia. A falta ou excesso de certos alimentos desequilibram as reações metabólicas do corpo e causam um desajuste funcional do organismo.

Quando a saúde emocional está afetada, é natural que a pessoa tente encontrar maneiras de compensar sentimentos dolorosos por meio da alimentação irregular. Então, caso você esteja com falta de apetite ou comendo em excesso, saiba que estes são sinais de que a ajuda médica é fundamental para que você não se prejudique ainda mais.

4. Problemas no coração

Ao nos sentirmos estressados, o coração acelera e a pressão arterial aumenta. Isso acontece devido à redução do fluxo sanguíneo desencadeada pelo pico de estresse, que quando passa a ser algo crônico, causa graves irregularidades no sistema circulatório e cardiovascular.

As influências hormonais podem, ainda, provocar uma vasoconstrição – fechamento de artérias e veias do coração, podendo evoluir para o comprometimento de artérias, infarto, AVC e para a complicação de outros órgãos.

Com o coração não se brinca. Procure agora mesmo nossa equipe médica online e receba uma orientação personalizada para controlar os efeitos negativos que você pode estar sentindo.

Saiba quando você deve procurar um cardiologista online

5. Doenças de pele

A pele é o maior órgão do nosso corpo, por isso, costuma apresentar os primeiros sinais de desequilíbrios emocionais. Seja em forma de alergias, demartites ou acnes, nosso organismo cria formas de ‘pedir ajuda’ e demonstrar que algo mais profundo não vai bem.

Caso você esteja com algum incômodo em sua pele, algo diferente e que parece ser casual, não deixe de relatar isso para um médico. É um primeiro sinal, mas que vem comumente acompanhado de um fundo psicológico que requer ajuda imediata.

6. Prisão de ventre

Ao passarmos por um quadro de estresse constante, nosso cérebro pode passar a emitir sinais diretamente para o intestino, com efeitos desconfortáveis como dores abdominais, flatulência, distensão abdominal e prisão de ventre, que podem evoluir para uma doença grave, a síndrome do cólon irritável.

Assim, além da importância de se cuidar da saúde emocional, é necessário adotar uma dieta balanceada, que vai ser um dos pontos de partida para retomar o controle da sua qualidade de vida e ser um suporte para se controlar o estresse crônico. Para tanto, é indicado realizar uma consulta médica, em que o profissional vai avaliar o seu caso e te indicar o caminho que você deve trilhar para superar este problema.

7. Envelhecimento precoce

Ah, mais uma vez, eles, os hormônios. Os hormônios são responsáveis por organizar as reações metabólicas e influenciam diretamente no equilíbrio emocional. Dessa forma, quando a pessoa passa por um período de forte pressão psicológica, há uma elevação no organismo na descarga de elementos nocivos à saúde.

Um dos efeitos mais prejudiciais, nesse caso, é a formação dos radicais livres, que causam o envelhecimento da pele e dos tecidos. Mais uma vez, encontramos a relação entre o estresse e a necessidade de se adotar uma dieta equilibrada, de modo a controlar as emoções, os efeitos físicos e a criar uma barreira contra o envelhecimento precoce. Fale com um médico e saiba por onde começar!

Teleconsulta: o que é, como funciona e quais as vantagens

Os sinais mais comuns de estresse

Caso você identifique alguns desses sinais em você, é mesmo o momento de buscar ajuda!

  • Ritmo cardíaco acelerado e fora do comum
  • Respiração acelerada
  • Sudorese
  • Tremores
  • Manchas roxas no corpo
  • Alteração no humor
  • Desgaste constante
  • Mudanças no sono
  • Tensão nos músculos
  • Alterações no apetite
  • Desinteresse pelas atividades
  • Problemas de atenção e memória
  • Preocupações excessivas
  • Náuseas e tonturas
  • Uso de vícioscomo forma de relaxamento;
  • Dores no corpo, de cabeça e no peito
  • Queda de cabelo
  • Cansaço demasiado
  • Alergias de pele
  • Imunidade baixa
  • Mudanças no apetite
  • Acneincomum
  • Refluxo, úlcera ou gastrite

Como superar o estresse?

Em primeiro lugar, fique tranquilo: o estresse tem tratamento e esse quadro desagradável é reversível. Entretanto, não há uma receita pronta, pois cada pessoa tem um histórico de vida e necessidades especiais. Porém, dormir bem, evitar situações de estresse, se alimentar de forma saudável, praticar atividades físicas com frequência, ter momentos de lazer e aprender a dizer não são bons hábitos a serem adotados por qualquer paciente!

Mas o melhor meio é, sempre, buscar orientação médica individualizada ao sinal do primeiro desconforto. Nossa equipe está à disposição no plantão médico online 24 horas, para te acolher a qualquer momento e te indicar o que fazer para tratar o seu caso. Clique aqui e fale com um médico de nossa plataforma agora mesmo e encontre em nós o apoio para que você saia desse quadro de estresse de forma eficiente e segura. Sua saúde em primeiro lugar!

Quer realizar uma consulta online com um médico?

  • Prescrição digital e pedidos de exames
  • 100% online e com preços acessíveis

Deixe uma resposta


 











 
close-link