Confira como a especialidade de Clínica Médica está contribuindo com a saúde de famílias de todo o Brasil através da teleconsulta em nossa plataforma.

O Clínico Geral, especializado em Clínica Médica e popularmente conhecido também como ‘médico de família’, é atualmente a especialidade mais buscada para os atendimentos online em nossa plataforma, uma vez que esses profissionais têm um amplo conhecimento do corpo humano e podem cuidar de pacientes de todas as idades. O Clínico Geral é, inclusive, capaz de prestar um primeiro atendimento para as mais variadas doenças e, caso note que há algo que precise ser melhor investigado, encaminha o paciente para a especialidade que considere mais indicada para o caso.

De acordo com Dr. Taiguara Durks, clínico geral da equipe do Médico24hs, ao contrário do que se imaginava, a telemedicina provocou uma aproximação ainda maior do médico com as pessoas, além de facilitar o atendimento aos pacientes a qualquer hora do dia, sem a necessidade de que o médico esteja no consultório, possibilitando que todos fiquem resguardados em suas casas, principalmente durante a pandemia.

“A princípio, eu achei que a telemedicina deixaria o processo mais frio e mecanizado, mas não, fui surpreendido e ela trouxe uma aproximação e um acompanhamento muito melhor do paciente. Hoje em dia, eu consigo fazer acompanhamentos de pacientes que, com o distanciamento social, não conseguem sair de casa até pelo próprio cuidado, para não se expor ao vírus. É possível monitorar perfeitamente doenças crônicas e pequenas demandas agudas, dores de garganta, em articulações ou febre, a qualquer momento. A gente se sente ‘mais perto’ do paciente, mesmo a quilômetros de distância, com a vantagem de que ele está no conforto da casa dele e nós médicos com uma disponibilidade de tempo muito maior”, relata o médico.

Como funciona o atendimento virtual com o clínico geral?

Em nossa plataforma, nos preocupamos em entregar para o paciente um ambiente descomplicado e seguro para a realização da consulta online. Por isso, o processo é bastante simples. Para realizar o atendimento, basta acessar o nosso site, fazer o cadastro, e selecionar o médico por quem deseja ser atendido, assim como a data e o horário de sua preferência. Após realizar essa escolha, é necessário apenas realizar o pagamento e estar presente pontualmente no horário da consulta – que ocorre sem atrasos, logado pelo celular ou computador. Para garantir o sucesso da videoconferência, é importante que o paciente cheque a qualidade do áudio e da imagem do seu dispositivo.

Para o Dr. Taiguara, o atendimento disponibilizado pelo Médico24hs pouco se diferencia do presencial, sendo que apenas o exame físico é mais sucinto e complementado pela inspeção digital do paciente e uma anamnese ainda mais completa que a realizada habitualmente no consultório.

“Observamos através da câmera se aquele paciente está respirando bem, se não está pálido, com uma coloração de pele diferente, ou apresentando algum sintoma que possa ser percebido apenas olhando atentamente para ele. Mas a consulta em si é da mesma forma que a presencial. Primeiro, fazemos uma anamnese, que na telemedicina acaba tendo uma importância ainda maior, já que vamos nos basear no que o paciente nos conta e em seu histórico para fazer o diagnóstico. Após essa conversa e uma inspeção, definimos o tratamento ou fazemos o pedido de exames pela plataforma, que chega no celular ou e-mail do paciente através da assinatura eletrônica, junto também com a receita médica digital. Desse modo, ele consegue também comprar o remédio sem precisar sequer imprimir a receita que enviamos ou pelo próprio celular.

A plataforma dá uma segurança de que os dados do paciente fiquem resguardados e possam ser checados uma próxima vez, por mim ou outro profissional em uma nova consulta, o que aprimora o acompanhamento do paciente com esse prontuário virtual. O exame físico, apesar de mais curto, não é inexistente, já que muitos pacientes têm medidor de pressão em casa, oxímetro, balança e termômetro, por exemplo, para nos repassar as informações que precisamos”, completa o clínico geral.

Saiba agora quais são as principais doenças diagnosticadas por nossos Clínicos Gerais:

1. Coronavírus (COVID-19)

A grande maioria dos casos que nossa equipe de clínica médica está acompanhando no momento são quadros leves de Coronavírus, sejam eles suspeitos ou confirmados. Os pacientes entram em contato com os sintomas ou com a confirmação do diagnóstico, recebem o pedido de exames em seu e-mail e celular, assim como a medicação correspondente, e são indicados a serem monitorados a cada 72 horas por nossa equipe, até a resolução do quadro. Com isso, também é possível alertar o paciente caso haja o agravamento de sintomas, e encaminhá-lo para um atendimento de emergência com mais tranquilidade e bem informado.

As principais queixas de pessoas infectadas com COVID-19 são:

  • Febre baixa
  • Tosse seca
  • Fadiga
  • Dor muscular
  • Dor de cabeça
  • Perda de olfato e de paladar
  • Falta de ar aguda
  • Erupções cutâneas (lembram “queimadura de sol”)
  • Diarreia, dor abdominal e/ou vômito
  • Conjuntivite

2. Doenças mentais

Com o confinamento, doenças como depressão e ansiedade estão acontecendo com mais frequência, e muitos pacientes já acometidos por esses quadros perderam seu acompanhamento, pelo fato de não poderem encontrar seus psiquiatras ou por medo de sair de casa. Com isso, as pessoas estão com dificuldades de manter o tratamento ou começando a se sentir incomodadas. Esses quadros podem ser acompanhados por telemedicina.

É comum que, a princípio, já que os sintomas são, além de mentais, também físicos, as pessoas procurem o clínico geral e, caso o médico levante a necessidade do encaminhamento para um psiquiatra da plataforma, isso é prontamente sugerido. É possível fazer a indicação de exames de sangue adequados ao caso do paciente, assim como prescrever medicamentos ou alterar algum tratamento anterior. *Apenas remédios de tarjas branca e vermelha são liberados para emissão de receita digital

– Ansiedade: confira os sintomas mais comuns

  • Falta de concentração
  • Medo constante e preocupação exagerada
  • Dificuldades para dormir e insônia
  • Dor ou aperto no peito, com falta de ar e respiração ofegante
  • Irritabilidade
  • Tensão muscular
  • Fadiga
  • Tremores nas mãos ou em outras partes do corpo
  • Dor de cabeça
  • Boca seca
  • Náuseas e vômitos

– Depressão: confira os sintomas mais comuns

  • Sensação de vazio, com forte angústia e tristeza
  • Falta de concentração, raciocínio lento e esquecimento
  • Desinteresse em atividades que antes lhe davam prazer
  • Perda de apetite ou compulsão alimentar
  • Dores no corpo e tensão muscular
  • Isolamento social
  • Vontade de ficar na cama e de se movimentar menos
  • Indigestão, dor de barriga ou constipação

Precisa de ainda mais ajuda para controlar esses sintomas? Você também pode optar por fazer terapia online em nossa plataforma de telepsicologia. Agende já com um psicólogo de nossa equipe para complementar o apoio médico!

3. Diabetes

Pacientes com doenças crônicas, como diabetes, não podem deixar de ser acompanhados. Com a pandemia, está muito frequente o abandono de tratamentos, a dificuldade de acesso ao médico que as pessoas estão mais habituadas, assim como a preocupação com a possibilidade de se sair de casa e contrair o novo vírus. Por isso, a teleconsulta passa a ser uma ferramenta tão importante e segura.

Hoje, a maioria dos pacientes com diabetes tem um glicosímetro – medidor de glicose – em casa, o que facilita e muito o acompanhamento via telemedicina, especialmente quando a pessoa a ser consultada faz um controle mais zeloso, com uma agenda de glicose. No momento da consulta, ela também pode realizar essa aferição e mostrar para o médico, que avalia os pés pela câmera, especialmente se há alguma ferida – que é uma das complicações mais importantes, além de observar outros sintomas e acompanhar se há algum quadro de gravidade. É possível fazer alguns ajustes de medicação, inclusive de insulina.

Confira os principais sintomas de diabetes:

  • Vontade frequente de urinar (poliúria)
  • Sensação excessiva de sede (polidipsia)
  • Cansaço extremo e falta de energia
  • Perda de peso
  • Sentir mais fome que o normal
  • Visão embaçada
  • Cicatrização lenta
  • Infecções frequentes

4.  Hipertensão

Uma outra doença crônica que merece atenção especial, especialmente neste momento de pandemia, é a hipertensão. O paciente costuma ter o aparelho para medir a pressão com maior frequência em casa. Com isso, é possível acompanhar como anda sua agenda de aferição da pressão, fazer ajustes do tratamento, com retirada, aumento ou substituição de medicação, além de pedir os exames complementares necessários.

Ele pode, ainda, nos enviar o Eletrocardiograma e outros exames que fez, para que nossa equipe possa analisar se há alguma alteração. Em casos agudos, ele será imediatamente encaminhado para um atendimento presencial em um pronto-socorro ou, até mesmo, para acompanhamento com um cardiologista da plataforma.

Conheça os principais sintomas de hipertensão:

  • Dor de cabeça
  • Falta de ar
  • Visão embaçada
  • Zumbido no ouvido
  • Tontura
  • Dores no peito

*Atenção: é muito comum que a hipertensão seja assintomática e apenas diagnosticada por exames. Por isso, esteja atento e realize consultas médicas com frequência.

5. Infecção Urinária

Mais frequente em mulheres, este é um quadro bem comum e simples de acompanhar e tratar online, o que previne que essa pessoa ainda seja contaminada pelo coronavírus ou que os sintomas se agravem e possam se tornar uma infecção renal.

Com os sintomas relatados pelo paciente, podemos fazer o tratamento empírico, com antibióticos, e acompanhá-lo após 3 dias novamente. Não havendo melhora, é possível solicitar o exame de urina pela plataforma e checar se o medicamento funcionou ou se deve ser alterado.

Confira os sintomas de alerta para infecção urinária:

  • Necessidade de urinar com frequência e urgência
  • Escassez na eliminação de urina em cada micção
  • Ardor ao urinar
  • Dores na bexiga, nas costas e no baixo ventre
  • Febre
  • Em casos mais graves, sangue na urina

6. Febre, especialmente em crianças

Se você é pai ou mãe, certamente já passou por isso. Sabe aquela febre que a criança tem de madrugada, que deixa a família aflito, sem saber como agir? A teleconsulta tem sido um importante apoio para esses momentos. Algumas vezes, não é possível chegar em um diagnóstico exato que leve ao motivo da febre, mas nossos profissionais sempre avaliam se dá para esperar um pouco mais para buscar ajuda presencial, até porque, geralmente, a febre precede outros sintomas. Observamos, por exemplo, se a criança não vai ter dor de garganta dias depois, dor para fazer xixi, diarreia ou tosse.

Conseguimos avaliar e dizer se é um quadro grave, que exige atenção presencial e imediata, ou se é um caso que pode ser monitorado, medicado e até feito o diagnóstico a partir de exames complementares que podem ser pedidos na teleconsulta. O fator mais importante nos casos de febre em crianças é o de tranquilizar o pai e a mãe de que aquilo não se apresenta como uma febre acompanhada de um sintoma grave e levar o suporte ágil e especializado para a família.

6. Check-up anual

Você sabia que é possível realizar seu acompanhamento anual com o Clínico Geral por telemedicina? Pois bem, muitas pessoas têm nos procurado neste momento de pandemia para garantir que a saúde vai bem. Nesse ponto, o teleatendimento tem sido um importante apoio para manter as pessoas em distanciamento social, sem deixar de cuidar de seu bem-estar e qualidade de vida.

O médico realiza uma anamnese completa com o paciente, em que levanta seu histórico e fatores de risco próprios daquela pessoa. Em seguida, é realizado o pedido de exames, de forma totalmente digital, que é encaminhado para o celular e e-mail do paciente. Com os resultados em mãos, o paciente, que tem direito a uma consulta de retorno, agenda uma nova consulta, em que o clínico geral vai analisar o seu quadro clínico e, caso haja necessidade, propor o tratamento adequado, assim como enviar a receita médica virtual.

Dr. Taiguara destaca que a telemedicina veio mesmo para ficar e que a grande maioria dos médicos vai fazer cada vez mais uso dela, até porque, com esse momento de crise mundial, os pacientes estão se adaptando às consultas médicas online e gostando de usufruir das vantagens dessa ferramenta de atendimento.

“O que me assustou positivamente é que a gente recebe muitos elogios devido à qualidade da consulta virtual, já que o atendimento pela telemedicina exige uma conversa um pouco maior, com mais atenção e perguntas, um zelo para conhecer mais desse paciente que está, as vezes, a milhares de quilômetros de distância. É comum ouvir as pessoas relatarem que a teleconsulta muitas vezes chega a ser até mais empática do que a consulta presencial.

Ou seja, pacientes de todo o país estão utilizando o atendimento online, gostando, e entendendo que é um processo bastante humanizando, em que a relação médico-paciente se tornou ainda mais próxima. A tendência da telepropedêutica – o exame à distância – é cada vez melhorar mais, o que vai levar a telemedicina a ocupar ao menos a metade da agenda de muitos médicos”, conclui o clínico geral.

Você ou alguém da sua família está precisando de ajuda? Falar com um médico nunca foi tão fácil. Agende já sua consulta com um clínico geral em nossa plataforma ou com médicos de outras variadas especialidades. Faça o seu cadastro agora mesmo e usufrua dos benefícios que a teleconsulta oferecem, com velocidade e segurança. Queremos cuidar de você!

Brasil Telemedicina

Autor Brasil Telemedicina

Mais artigos por Brasil Telemedicina

Deixe uma resposta













 
close-link